teste
teste1

Jovem que sofre depressão resolveu substituir o desejo de se mutilar por desenhos incríveis no corpo

Problemas psicológicos não têm o cuidado que deveriam, diariamente vemos pessoas que não aguentaram a depressão e acabaram tirando a própria vida, ou então, se cortando, se mutilando, e muita gente de olhos fechados fingindo que essa realidade não existe.

Já parou pra pensar que esse ‘desejo’ em se mutilar ou fazer cortes pelo corpo afeta uma em cada cinco pessoas? É um número assustadoramente alto e, muitas vezes, a vítima acaba nem percebendo que está destruindo a própria vida.

Ao contrário dos suicidas, essas pessoas não tentam se matar, mas, procuram se machucar para ter aquela sensação de que estão vivos, em vez de adormecidos, porque essa ação libera uma dose grande de endorfina no corpo. A automutilação pode deixar sequelas permanentes, e quem decide procurar ajuda, consegue se livrar desse tormento.

A internet é um campo livre pra você falar e compartilhar o que quiser, e uma pessoa (que não quis ser identificada), encontrou uma maneira belíssima de vencer o desejo de se cortar, com a ajuda de um terapeuta.

Já pensou em fazer desenhos incríveis em um azulejo, ou no próprio corpo? Essa arte leva o nome de Zentangle, e pode ser usada como um método terapêutico para tratar a vontade de se mutilar. Um site especializado nesse método, explicou melhor:

“A arte do Zentangle é não-representacional e não planejada, então você pode se concentrar em cada toque e não se preocupar com o resultado. Não há up ou down to Zentangle art…

… Se for verdade, você pode criar mais facilmente a arte do Zentangle, girando o azulejo à medida que se emaranha – sempre mantendo a mão em uma posição relaxada. Você não precisa saber como será um emaranhado para desenhá-lo. Você só precisa saber os passos. O resultado é uma surpresa deliciosa”, escreve.

É ou não é incrível…

… Fazer a automutilação perder espaço para a arte?

Abaixo, você pode conferir um vídeo explicando mais sobre o Zentangle e como todo o processo de produção desses desenhos funciona:

teste
teste1

Foto de idoso segurando o neto autista no colo viralizou e está derretendo o coração de todos. 

Muitas palavras conseguem ser resumidas através de uma foto; uma imagem consegue transmitir emoções e realçar sentimentos, ainda mais quando a fotografia vem carregada de história e lembranças. Recentemente uma foto publicada na internet viralizou em questão de segundos, pois mostra o amor de um avô segurando seu neto no colo, o rapaz de 17 anos é autista.

O autismo é um problema psiquiátrico que costuma ser identificado na infância, por volta dos 3 anos de idade, mesmo os primeiros sinais já surgindo logo no início da vida do bebê. Esse distúrbio afeta, principalmente, a comunicação e capacidade de aprendizado e adaptação da criança.

Mesmo com essas limitações, o desenvolvimento físico de um autista é normal. Eles possuem grandes dificuldades em construir e manter relações sociais ou afetivas, e, na maioria dos casos, vivem em um ‘mundo isolado’.

De acordo com a legenda da imagem, Enzo, o neto, pediu colo para o avô Fernando, que não negou, mostrando que, mesmo com quase 70 anos, ainda aguenta o rapaz. A legenda completa diz: “Fernando Murta ainda aguenta nosso neném autista de 17 anos. Enzo pede colo e o vovô pega. Dançam ao som do Bocelli, gospel e sertanejos”.

A fotografia já foi curtida mais de 13 mil vezes, e obteve mais de 20 mil compartilhamentos, além dos comentários carregados de mensagens de carinho, onde ressaltam a dedicação de Fernando com o neto.

teste
teste1

Sony irá lançar ar condicionado pra você ‘vesti-lo’ e se livrar de temperaturas desagradáveis

Muitas vezes, estamos dentro de casa com uma temperatura bastante agradável, porém, quando pisamos na rua, sentimos a mudança climática na mesma hora, seja no frio, ou no calor, os extremos ao ar livre é uma situação que todos nós enfrentamos.

Por isso, a Sony parece ter inventado algo perfeito pra acabar de uma vez com esse problema: um ar condicionado ‘vestível’, o Reon Pocket, que pode te acompanhar por onde quer que você vá.

O dispositivo deve ficar na base de seu pescoço, pois assim, conseguirá aumentar (ou diminuir) a temperatura, sem qualquer tipo de ruído, irritação ou volume. Sabe aquele dia quente, e você preso dentro de um terno? Essa invenção vai mandar o clima abafado pra longe!

Você pode controlar a temperatura manualmente através de um aplicativo, porém, a Sony não descarta que nas futuras atualizações do aparelho, haja o modo automático de ajuste de temperatura. O Reon Pocket terá bateria pra suportar 2 horas de uso contínuo.

Veja o vídeo abaixo explicando melhor como ele funciona:

teste
teste1

20 Coisas normais que vão ser completamente estranhas depois de você ver em um microscópio

Nós vivemos em um mundo que ‘construímos’ com os olhos, ou seja, a gente sabe aquilo que a gente vê, mas, será mesmo que as coisas são exatamente da maneira que nós enxergamos? Pode ter certeza que não!

Com a ajuda de um microscópio, por exemplo, é possível visualizar perfeitamente o rosto de uma formiga, o corpo de um piolho, dentre outras coisas tão pequenas que não conseguimos enxergar detalhadamente à olho nu, por isso, irá se surpreender com as imagens abaixo vistas por um microscópio:

01. Giz

02. Pele humana perfurada por uma agulha

03. Velcro

04. Pele de um tubarão

05. A ponta de uma caneta

06. Glóbulos vermelhos no sangue

07. Um fio dental usado

08. Cílios humanos

09. Aposto que nunca tinha visto o rosto de uma formiga assim

10. A ‘pata’ de um Aedes Eagypti

11. Grãos de areia

12. Língua de gato

13. Sutura médica

14. Papel higiênico

15. Piolhos em fios de cabelo

16. Floco de neve

17. Corda de violão

18. Agulha e linha

19. Poeira

teste
teste1

Após sumiço em 2017, ‘Menino do Acre’ ainda faz mistério e abre seu quarto pra visitação guiada.

No dia 27 de março de 2017, todo o Brasil ficou ciente do desaparecimento de Bruno de Melo Silva Borges, conhecido como ‘menino do Acre’, que só deu as caras em agosto do mesmo ano, mas, o que chamou bastante atenção foram as mensagens cifradas encontradas em seu quarto. Até hoje, o rapaz não conta o que aconteceu durante aquele período, e relata que se preparou durante cinco anos para viver aquela experiência.

“Levei alguns suprimentos para garantir minha sobrevivência”, disse. “Alguns livros de filosofia e cabala também estavam comigo”. “Ao longo dos dias eu lia, refletia e meditava o tempo todo a respeito da vida, do universo, da psique e dos seus mistérios. Meu objetivo era apenas um: autoconhecimento”, explicou.

Mesmo tendo enfrentado um frio intenso, ele contou qual foi a sua maior dificuldade. “Porém, a maior dificuldade que encontrei foi encarar meus medos, angústias, dúvidas e uma série de coisas que passei a vida escondendo de mim mesmo”, relatou. “Acredito que a busca pela verdade sobre a vida é algo extremamente raro entre os indivíduos justamente porque ninguém quer lidar com o fato de que sua vida inteira foi uma grande ilusão correndo atrás do vento. Acreditem nisto: nós não nos conhecemos, não sabemos nada a respeito de nós mesmos, e essa é uma cruz que só carrega quem se permite enxergá-la”.

Os reais motivos que o levou a sumir
Bruno sabe que com seu desaparecimento proposital, fez sua família sofrer, e sua mãe, durante uma entrevista, explicou o que sentia durante o período: “Só posso dizer que sofremos muito, não só pelo sumiço dele, mas também pela maldade do povo, que crucificou a nós e a ele sem saber o que de fato estava acontecendo… Muita maldade”, disse. “Mas estamos fortes e de cabeça erguida hoje, pelas pessoas que entenderam e nos deram forças… Isso vindo de todos os cantos do mundo”.

Quando indagado sobre os motivos reais que fizeram ele sumir sem deixar vestígios, o jovem explica: “Isso é necessário, a meu ver, por vários motivos, como pelo fato de o ego só sobreviver em convívio social: quando estamos isolados as máscaras que vestimos para cumprirmos este ou aquele papel na sociedade se tornam desnecessárias, e o que ocorre em seguida é um colapso do ego…

… Seu ‘eu’, que foi construído durante anos de existência, deixa de ter uma sustentação e some aos poucos, e se antes você se enxergava com uma individualidade separada de tudo ao redor, você passa a se ver unido com toda a natureza”, explicou o estudante de psicologia. “Inclusive, o contato com a natureza ajuda a compreender suas leis, para assim se compreender o criador. Como eu queria ir a fundo nessa busca, concluí que a melhor decisão era sair do meu lar”.

Quarto aberto para visitação
Agora que tudo já foi ‘esclarecido’ e Bruno não pretende desaparecer novamente, até então, ele abriu o seu quarto para visitações, e é ele mesmo quem administra os interessados em conhecer sua obra. O lugar permanece intacto, com as mensagens psicografadas no chão e uma estátua em tamanho real de Giordano Bruno (1548-1600), um filósofo italiano.

“(Meu quarto) é uma obra de arte. Eu trabalhei durante anos dentro daquele quarto, várias vezes me isolei ali para criar. Fiz muitos jejuns e retiros ali dentro”, afirmou ele à BBC News Brasil. “É difícil não sentir uma energia ao entrar dentro dele”.

Bruno explica que não dorme mais no quarto, e considera o espaço uma verdadeira obra de arte pelos anos que passou ‘isolado’ ali dentro, criando. Os pais do futuro psicólogo, inclusive, fazem mistério quando perguntam se ainda moram na residência. “O quarto dele continua como está, aberto a visitação, e afirmo que é incrível, com toda a paz de espírito que se encontra naquele local”, finaliza o pai, desconversando.

teste
teste1

24 imagens impressionantes mostrando como o ‘mundo’ esconde coisas absurdamente incríveis

Fazer ou descobrir coisas novas nos deixam fascinados, afinal, aquela mesmice do dia a dia é bastante entediante e há pessoas que até adoecem por conta disso. O mundo é tão gigante e surpreendente, que até mesmo quem viveu por mais tempo, não conseguiu descobrir tudo que ele ‘esconde’.

Agora, você vai ver 24 coisas fascinantes que quase ninguém viu pessoalmente, são imagens de pessoas, objetos, lugares, dentre outros, preste bem atenção, pois dificilmente verá outra vez:

01. “Meu lagostim de estimação removeu seu exoesqueleto”

02. “Minha planta carnívora capturou uma vespa”

03. “O kit de enfermagem de mais de 100 anos da minha tia-avó tem um monte de comprimidos de cocaína e uma seringa”

04. O cérebro de um tubarão x um cérebro de golfinho

05. “Um tomate cultivado na fazenda da minha avó (esquerda) vs. um comprado na mercearia”

06. “Comprei estas notas não cortadas na Casa da Moeda dos EUA”

07. “Minha galinha colocou um ovo sem casca”

08. “Essas pistas foram usadas na estrada de pedra em Pompéia por vagões há milhares de anos”

09. “Encontrei esse gafanhoto roxo no meu jardim”

10. Uma escada rolante em espiral

11. Um milhão de dólares em notas de dez dólares

12. O topo deste poste ‘abriga’ um ninho de passarinho

13. “Uma torre de moedas australianas de 50 centavos que fiz quando estava entediado”

14. Uma linda tartaruga de olhos azuis

15. “Eu ganhei todos os prêmios neste bilhete de loteria”

16. “Encontrei a pintura original do meme “Que diabos estou lendo?” dentro de um castelo escocês”

17. Quem disse que uma Titanoboa nunca existiu?

18. Um balanço coberto de musgos

19. É isso que sobra quando um tucano morre

20. Um furacão em Saturno

21. O Polo Sul de Júpiter

22. “Os famosos Pilares da Criação, filmados pelo telescópio Hubble vs. por mim do meu quintal na noite passada”

23. “Uma cliente deixou eu tirar uma foto de suas mãos com 6 dedos cada”

24. Um rottweiler com vitiligo